quarta-feira, 1 de julho de 2015

Grécia não paga dívida de 1,6 bilhão de euros com o FMI

grecia3_afp_483x303.jpg
                                                                                       Foto:reprodução
A Grécia não pagou no prazo uma parcela da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI), no valor de 1,6 bilhão de euros. O prazo venceu às 19h de Brasília desta terça-feira (30).

Com isso, a Grécia se tornou o primeiro país desenvolvido a dar calote no Fundo em toda a história.

Mais cedo, a zona do euro havia rejeitado uma extensão do plano de ajuda financeira à Grécia.

"O último limite para estender o programa era este fim de semana. Pelos procedimentos parlamentares é impossível estendê-lo além de hoje", escreveu o ministro Peter Kazimir, ministro eslovaco da Economia, em sua conta no Twitter.

Seu homólogo finlandês, Alex Stubb, afirmou que a extensão "não é possível" e garantiu que uma demanda de um novo programa de resgate dentro do Mecanismo Europeu de Estabilidade "será examinada segundo os procedimentos habituais".

Uma fonte do governo grego assegurou de Atenas que as negociações serão retomadas na quarta-feira.

"O Eurogrupo acaba de terminar. Continuaremos amanhã de manhã para permitir aos ministros da Economia examinar as propostas do governo grego", explicou a fonte.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras havia solicitado um novo programa de dois anos a seus sócios, a poucas horas de o país entrar em moratória.

Fonte:AFP/Istoé

terça-feira, 30 de junho de 2015

Dep.Jorge Solla defende rompimento do PT com o PMDB

Solla defende ruptura nacional do PT com o PMDB após votação da maioridade penal
Foto: Divulgação/reprodução
O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) defendeu a ruptura do partido com o PMDB. Em discurso no plenário da Câmara, o petista aconselhou a presidente Dilma Rousseff a romper aliança com os peemedebistas e, inclusive, conversar com o ministro da Defesa, Jaques Wagner (PT), sobre a experiência de rompimento com o PMDB baiano na época em que foi governador. "Sabe o resultado? Houve um rearranjo das forças políticas e, no fim, terminamos com uma base governista mais fiel e coerente. Já o PMDB minguou. Hoje o principal líder do partido na Bahia, Geddel Vieira Lima, virou coadjuvante da oposição, perdeu as duas últimas eleições e todo mundo pulou do barco, foi embora", disparou.

A postura de Solla é reflexo da postura de líderes do PMDB, na contramão das articulações realizadas por membros do governo, na votação da redução da maioridade penal. "Estava em curso uma negociação com o PSDB para uma proposta alternativa à redução da maioridade penal, que poderia ter dado bons frutos, mas o presidente Eduardo Cunha entrou em cena, ameaçou o PSDB e trouxe os tucanos na gaiola para uma posição mais retrógrada, mais prejudicial à sociedade. 

Até o PDT, que em seu programa de televisão defendia a manutenção da maioridade aos 18 anos, depois da pressão do PMDB mudou de postura", disse o parlamentar baiano. Apesar de o vice-presidente do Brasil, Michel Temer, ser do PMDB, Solla vê o partido como "principal adversário do governo", por trabalhar "dia e noite para boicotar e para constranger o governo e para atacar o Partido dos Trabalhadores".

O petista aproveitou o espaço para criticar os trabalhos da CPI da Petrobas na Casa, que até o momento não ouviu os operadores do PMDB no esquema da Lava Jato, como o executivo Júlio Camargo, o policial Jayme Careca e o executivo da Camargo Correia, Pietro Bianchi. Solla destacou ser "contraproducente" a permanência de peemedebistas em cargos no primeiro escalão do governo.

Fonte:BN

EUA: Obama dá ‘pito’ em repórter da GloboNews

Obama dá ‘pito’ em repórter da GloboNews e diz que Brasil é ‘uma potência global’
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR/REPRODUÇÃO
O presidente norte-americano Barack Obama antecipou a presidente Dilma Rousseff e rechaçou a classificação do Brasil como “uma potência regional” sugerida pela repórter da GloboNews, Sandra Coutinho. Em entrevista coletiva na Casa Branca, nesta terça-feira (30), a repórter fez um questionamento à presidente brasileira em que ironizou a relação entre EUA e Brasil. “O Brasil se vê como um ator global e liderança no cenário mundial, mas os EUA nos veem como uma potência regional.  Como você concilia essas duas visões?”, perguntou Sandra.

Obama pediu para responder e rebateu: “Responderei em parte a pergunta que você acabou de fazer à presidenta. Não enxergamos o Brasil como uma potência regional, mas como uma potência global”. O norte-americano falou ainda sobre o protagonismo do Brasil na Conferência do Clima e em discussões sobre a saúde mundial. Confira o vídeo da  pergunta pode ser vista a partir de 1'04''00:



Fonte: bn

EUA vão facilitar entrada de brasileiros que viajam ao país com frequência


Resultado de imagem para dilma e obama nos EUA
FOTO:Reprodução/G1
A presidenta Dilma Rouseff anunciou hoje (30), ao lado do presidente norte-americano Barack Obama, a inclusão de cidadãos brasileiros no programa Global Entry, que facilita a entrada de quem viaja com frequência aos Estados Unidos (EUA). O anúncio foi feito durante declaração conjunta à imprensa, após reunião de trabalho entre os dois presidentes.
No Global Entry, o viajante não precisa passar pelas filas de imigração, apenas passa o passaporte em leitor eletrônico ao desembarcar nos EUA. A medida deverá beneficiar viajantes frequentes e não valerá para turistas eventuais.
Dilma também destacou a assinatura de um acordo previdenciário que vai beneficiar a comunidade brasileira que vive nos Estados Unidos. Durante a declaração, Dilma e Obama destacaram a cooperação bilateral em áreas como comércio, educação, defesa, energia e ciência e tecnologia e mudanças climáticas.
Fonte:AE c/adaptações

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Vestibular 2015: UNEB divulga 3ª Chamada dos cursos do 2º semestre




A UNEB convoca para matrícula os candidatos aprovados, em terceira chamada, no Vestibular 2015, com entrada no segundo semestre letivo, em cursos na modalidade presencial nos campi da capital e do interior do estado.




Todos os aprovados devem realizar a matrícula, exclusivamente entre os dias 16 e 17 de julho, na coordenação acadêmica do Departamento/Campus onde funciona o curso de sua opção das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h, munido de todos os documentos exigidos no edital de convocação.


A Universidade informa que a ausência do candidato na data e horário estabelecido para sua matrícula ou a não apresentação da documentação requerida implicará na perda do direito à vaga.

Informações: SGC/Campus I – (71) 3117-2464 ou e-mail matricula2015@uneb.br ou site vestibular2015.uneb.br

Fonte: Site da instituição

Pesquise

Carregando...