sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Salvador: Veja onde fazer exames de próstata, catarata e glaucoma de graça

imagem:divulgação

Quem precisa cuidar da saúde, mas não está com dinheiro disponível terá uma ajuda em Salvador neste final de semana e na próxima quinta-feira (23) para realizar exames de próstata e glaucoma. 
O mutirão da próstata acontecerá neste sábado (18) e o mutirão glaucoma e catarata, no domingo (19), ambos das 7h às 13h. Serão distribuídas 150 senhas para consulta e exames digital da próstata (toque retal) e de sangue (PSA). Para consultas e exames oftalmológicos serão distribuídas 200 senhas.

 A distribuição começa a partir das 6h da manhã, no Ambulatório Médico Eurípedes Barsanulfo, na sede da Fundação Lar Harmonia, em Piatã.
 
Para o atendimento de prevenção ao câncer de próstata é necessário estar em jejum de 2 horas e com dois dias de abstinência sexual, além de apresentar carteira de identidade e cartão do SUS.

 O mutirão é uma parceria da Fundação com o Laboratório LPC. “Homens a partir dos 45 precisam passar por avaliação e, caso haja histórico familiar, a idade cai para 40 anos”, alerta o urologista e coordenador do mutirão Sheldon Menezes.
 
O oftalmologista e coordenador do Mutirão Glaucoma e Catarata, Adilson Afonso, informa que serão atendidos homens e mulheres acima de 40 anos ou pessoas a partir de 20 anos, com casos das doenças na família. Os interessados devem apresentar original e cópia do RG, comprovante de residência e Cartão do SUS de Salvador. 

Os pacientes diagnosticados com catarata e glaucoma serão encaminhados para cirurgia e tratamento especializado. A ação é uma realização da Fundação em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Clínica Clivan (Garibaldi)

fonte:Correio da Bahia/reprodução
Compartilhar:

Brasil: Temer proibirá abertura de novos cursos de medicina


[Temer proibirá abertura de novos cursos de medicina]
imagem:Ilustrativa
O presidente Michel Temer assinará um decreto que proíbe a abertura de novos cursos universitários de medicina no país durante um prazo de cinco anos. As informações são da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. 
Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o presidente deve assinar o decreto até o fim deste ano. "Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino", explicou o ministro à colunista.
Mendonça Filho informou, ainda, que dois editais para abertura de novas graduações na área, lançados ainda na gestão de Dilma Rousseff, serão concluídos.Informações do BNews.
 
Compartilhar:

Economia: Pagamento do PIS de aposentados começa nesta sexta (17)



A Caixa Econômica Federal começa nesta sexta-feira (17) a pagar cotas do PIS para aposentados. A partir deste mês, mais de 1,2 milhão de brasileiros poderão fazer o saque. Ao todo, R$ 1,7 bilhão está disponível nesta leva - 16% do total disponibilizado pela medida.
Em 14 de dezembro, a retirada será liberada para homens a partir de 65 anos e para mulheres a partir de 62 anos. Não há data limite para os saques. Os herdeiros de cotistas falecidos podem sacar o dinheiro a qualquer momento.
Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição de 1988 passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Desde a criação do PIS/Pasep, em 1971, o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completava 70 anos, se aposentasse ou tivesse doença grave ou invalidez. A medida provisória editada recentemente pelo presidente Michel Temer flexibilizou as restrições para as retiradas. No entanto, o cidadão com idade inferior não tem direito à cota, mesmo que tenha contribuído antes de 1988, quando passou a vigorar a atual Constituição brasileira.
De acordo com o governo, a liberação dos saques das cotas do PIS/Pasep vai injetar R$ 15,9 bilhões na economia e beneficiar 7,8 milhões de pessoas. Desse total, R$ 11,2 bilhões virão dos saques do PIS, vinculado aos trabalhadores da iniciativa privada e administrado pela Caixa Econômica Federal, que beneficiarão 6,4 milhões de cotistas. O restante virá do Pasep, vinculado aos servidores públicos e aos empregados de estatais e sociedades de economia mista e administrado pelo Banco do Brasil.
Retirada do PIS

Na Caixa Econômica, os cotistas do PIS poderão fazer a retirada de três maneiras. Os pagamentos de até R$ 1,5 mil serão feitos nos caixas eletrônicos, digitando a Senha Cidadão, sem a necessidade de cartão bancário. Quem não tiver a senha pode obtê-la no site da Caixa, bastando clicar em “esqueci a senha” e preencher os dados.

Os saques de até R$ 3 mil podem ser feitos nos caixas eletrônicos, mas o cliente precisará usar o Cartão Cidadão e digitar a Senha Cidadão. Nas lotéricas e nos correspondentes bancários, o cotista poderá retirar o dinheiro, levando o Cartão Cidadão, a Senha Cidadão e algum documento oficial de identificação com foto. Acima desse valor, o beneficiário deverá ir a alguma agência da Caixa levando documento oficial com foto.
Clientes da Caixa já receberam em suas contas o crédito na terça-feira (14), sem necessidade de adesão. A Caixa informou que também fará a transferência do dinheiro para clientes de outros bancos, desde que a conta esteja no mesmo nome do beneficiário. A operação não terá custos.
fonte:Correio da Bahia
Compartilhar:

UFBA: Técnicos - administrativos decidem por greve a partir de 22/11

Servidores administrativos da Ufba realizam assembleia e decidem por greve
Foto: Divulgação/reprodução
Os servidores técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal da Bahia (Ufba) aprovaram em assembleia nesta quinta-feira (16) a realização de greve a partir da próxima quarta-feira (22). Na assembleia também foi aprovado um calendário de ações. 

Na quarta, a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (ASSUFBA) e a categoria farão ato, a partir das 7h30, no portão do Campus de Ondina. Na quinta (23), uma assembleia será realizada, a partir das 9h, na Faculdade de Economia. Ainda na quinta, os servidores realizarão uma passeata no Centro de Salvador. De acordo com o Sindicato, entre as reivindicações da categoria estão a negociação salarial, defesa de carreiras e a não aceitação de aumento da contribuição previdenciária. Informações do BN.
Compartilhar:

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

TJ-BA: Desembargador Gesivaldo Britto é eleito novo presidente


(Foto: Evandro Veiga/ Arquivo CORREIO)
Com 31 votos, o desembargador Gesivaldo Britto acaba de ser eleito presidente do Tribunal de Justiça da Bahia para o biênio 2018-2020. Ele disputou a presidência com  José Olegario Caldas, Rosita Falcão, José Cícero Landin e Lourival Almeida. Olegário teve 3 votos, Rosita 13, Lourival 5 e Cícero 7. 
Durante o discurso de agradecimento que  o elegeu no primeiro turno o magistrado fez uma reverência especial à atual presidente Maria do Socorro Santiago. "Queria agradecer à vossa excelência (se referindo à Maria do Socorro), que bancou a minha candidatura", afirmou.
"Eu pretendo dar continuidade​ ao que está sendo feito aqui. Administração é continuidade. Continuar o que já foi feito e melhorar o que for preciso", disse Brito.
Conforme a coluna Satélite antecipou, Gesivaldo Britto e Cícero Landim eram os favoritos da disputa. Gesivaldo foi eleito em primeiro turno, apoiado por Mario Alberto Hirs e Telma Brito, ex-presidentes do TJ - ambos foram recentemente absolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que em 2013, abriu sindicância para apurar o pagamento em mais de R$ 448 milhões em precatórios (dívidas da Fazenda Pública).
Após o anúncio do nome do novo presidente, o desembargador Maurício Kertzman desistiu de concorrer à primeira vice-presidência. Já o desembargador Augusto de Lima Bispo foi eleito o primeiro vice-presidente com 35 votos. Maria da Graça Osório Pimentel Leal foi eleita a segunda vice-presidente com 36 votos.
Ainda terá votações para os corregedores. A votação é secreta. No total, 59 desembargadores participam da votação que deve terminar no final da manhã com a eleição dos novos membros da mesa diretora. 
fonte:Correio da Bahia
Compartilhar:

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Salvador: Embasa despeja esgoto sem tratamento no mar há dois anos, diz PF


Esgoto próximo ao Largo da Mariquita (Almiro Lopes/CORREIO/reprodução
Talvez você se lembre da imagem de uma mancha escura no mar do Rio Vermelho, em março do ano passado. Na ocasião, um acidente com um ônibus provocou a interrupção de energia na Estação de Tratamento de Água do Lucaia e, em dois dias, a Embasa acabou despejando 756 milhões de litros de esgoto sem tratamento na praia. 
O odor pode não incomodar mais, mas o problema não deixou de existir. Segundo a Polícia Federal (PF), a Embasa vem lançando esgoto sem tratamento – ou bruto, como é o termo técnico – no mar há mais de dois anos. “A gente foi instaurar o inquérito para averiguar o que tinha acontecido naquela época, mas percebemos que o caso era mais grave”, afirmou o delegado Fernando Berbert, responsável pela Operação Águas Limpas, deflagrada nesta terça-feira (14), justamente para investigar se a empresa vem cometendo crime ambiental. 
Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão – três em Salvador, na sede da Embasa, e outros dois no Rio de Janeiro e em São Paulo – para localizar documentos relativos à investigação. Os mandados, deferidos pela 17ª Vara Federal, foram solicitados depois que a PF requisitou os documentos e a Embasa negou. De acordo com o delegado, só no ano passado, foram dois pedidos negados. 
O quadro em março de 2016 indicava que, devido à falta de energia, o esgoto estava sendo despejado diretamente na praia do Rio Vermelho, sem passar pelo emissário submarino, que tem 2,35 quilômetros de extensão. O emissário, que é chamado também de Sistema de Disposição Oceânica (SDO), é quem leva o esgoto – já tratado – para dispersão em águas oceânicas, a 27 metros de profundidade. Antes disso, o esgoto passa justamente pela tal estação de tratamento de água. 
Em 2016, o esgoto não foi bombeado pelo emissário marinho (Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO)
Só que, de acordo com a PF, desde outubro de 2015, esse esgoto não é tratado e continua assim. Dessa forma, tudo que tem caído no mar – mesmo que a mais de dois quilômetros de extensão da costa – é exatamente o esgoto doméstico. No caso do emissário do Rio Vermelho, mais especificamente de 60% da cidade. 
"A equipe da perícia mostrou que esse sistema estava inoperante meses antes de isso acontecer”, diz o delegado Berbert. Segundo a perícia da Polícia Federal, a bomba que deveria fazer a elevação do efluente, permitindo o escoamento do esgoto estava inoperante. Ou seja: com essa bomba sem funcionar, o esgoto não passa pelos processos obrigatórios de tratamento, como o gradeamento, peneiramento e caixa de areia. Considerando que o emissário bombeia 8,3 mil litros por segundo, de outubro de 2015 para cá, significa dizer que a o órgão de saneamento despejou mais de 330 bilhões de litros de esgoto no oceano. 
Bomba sem funcionar

A tal bomba deveria ter passado por um reparo em 2015, mas, segundo a polícia, a Embasa entrou em disputa judicial com a empresa fornecedora do equipamento para definir de quem é a atribuição do conserto. Enquanto isso, o esgoto continuou sendo lançado pelo emissário marinho. Nesta terça-feira, mesmo dia em que a operação foi deflagrada, agentes da PF que estiveram na estação teriam encontrado uma equipe da Embasa fazendo a instalação de um novo aparato. 

“A Embasa teve a opção de não poluir. Deveria ter conversado e depois discutia com a empresa quem ia pagar, porque o serviço de esgoto é público e essencial. Era uma coisa de 2015 que a gente esperava que já tivesse sido consertada, mas, pelo jeito, não foi”, explicou o delegado.
Em nota ao CORREIO, a Embasa afirma que "o sistema de bombeio de efluente da ECP do Lucaia para o emissário submarino do Rio Vermelho está funcionando", mas as bombas de peneiramento estão operando parcialmente e que isso ocorre porque algumas bombas apresentaram defeito de fabricação. De acordo com a empresa, eles entraram com uma ação judicial contra a fornecedora, Haztec, e obtiveram uma liminar favorável. "Com isso [a ação judicial], terá o restabelecimento da operação do conjunto dessas bombas, que fazem parte de uma das etapas de processamento do sistema. É importante esclarecer que a estação do Lucaia, em seu conjunto, continua operando e lançando os efluentes em profundidade oceânica conforme projeto original".
Tratamento

O esgoto que passa pelos emissários submarinos é o que tem o tratamento ‘preliminar’, segundo o professor da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Luiz Roberto Santos Moraes, que pesquisa saneamento. Esse tipo remove apenas as partículas sólidas, mas não retira a matéria orgânica. O esgoto sanitário é composto por 99% de líquido e 0,1% de material sólido. 

“Nas fezes, por exemplo, você tem líquido e solido, comparado a todas as outras águas que são usadas na casa da gente. Todas as chamadas ‘águas servidas’ juto com as águas ‘imundas’ formam o esgoto”. Para o professor, é preciso saber exatamente o que aconteceu para identificar o impacto no ambiente marinho. 
Ele explica que todo o sistema precisa estar funcionando de maneira adequada e que isso precisa ser fiscalizado periodicamente por órgãos ambientais. “É preciso avaliar constantemente se esse esgoto não está gerando um impacto negativo na fauna e na flora marinhas. Numa falta de energia elétrica, é preciso ter grupos de geradores para não acontecer nenhuma descontinuidade no funcionamento desse sistema”. 
Ao CORREIO, o delegado Fernando Berbert explicou, também, que é possível discutir a responsabilidade da Embasa também na situação de queda de energia, em 2016. “A gente entende que como todo sistema, a empresa tem que trabalhar com uma certa redundância, não pode trabalhar com uma só fonte”. 
Uma nova perícia foi realizada nesta terça-feira e deve indicar qual foi o prejuízo ambiental causado pelo não tratamento do esgoto nos últimos dois anos. A partir daí, a PF deve decidir sobre a responsabilização dos envolvidos. Tanto a empresa quanto seus diretores podem responder por crime ambiental. 
Fiscalização

A Embasa despeja 10 m³ de lixo no mar por segundo. Para quem não sabe o que a grandeza significa, o número nem parece assustar. Mas quando fazemos uma simples conta de conversão matemática, vemos que o problema é muito maior: são 10.000 litros de lixo despejados por segundo na costa soteropolitana.

“Isso não afeta diretamente as orlas marítimas, porque o emissário é posicionado para que o lixo não chegue na costa. Mas no local em que o lixo é despejado, o impacto é maior. O tratamento primário, que eles deveriam fazer, remove sólidos grosseiros, como areia, absorvente, plásticos, entre outros. Se isso não for feito, vai para o emissário e, consequentemente, para o mar”, explicou o professor do Instituto de Biologia da Ufba, Eduardo Mendes.
O professor explica que a emissão de resíduos sólidos só afetaria a orla caso houvesse uma mudança na direção das correntes, que ocorre uma ou duas vezes no ano, quanto há uma entrada de um vento na direção leste, por exemplo. “É raro. Então não influencia tanto na orla”, disse.
Mendes ainda exemplifica a quantidade de lixo que é jogado no mar: 1 m³ é equivalente a um quadrado de 1 metro de largura e de altura. São 10 quadrados de lixo desta dimensão jogados no mar por segundo. O dia tem 86.400 segundos, o que significa dizer que são 864 milhões de litros de esgoto despejados diariamente através do emissário no mar.
O CORREIO entrou em contato com o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) para questionar sobre o papel do Instituto na fiscalização da emissão. O Inema afirmou que o órgão apenas monitora, não fiscaliza a emissão de poluentes no mar. A reportagem, então, questionou se a entidade não havia registrado um aumento de coliformes fecais, se o lançamento de esgoto poderia ter influenciado outras praias e qual raio essa emissão irregular pode afetar no oceano. O Inema não respondeu aos questionamentos até o fechamento desta reportagem.
A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), órgão do governo do estado, também foi procurada para saber de que forma é realizada a fiscalização da emissão pela Embasa, mas também não houve resposta até o fechamento da reportagem.
fonte:Correio da Bahia/reprodução
Compartilhar:

Procuradora-Geral denuncia ministro do TSE por agressão à mulher


Ministro Admar Gonzaga, do TSE
foto:© Divulgação Ministro Admar Gonzaga, do TSE
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga por lesão corporal resultante de violência doméstica contra a mulher, Élida Souza Matos.
Os detalhes da denúncia ainda não foram tornados públicos, embora não haja sigilo. A peça em que a Procuradoria-Geral da República faz a denúncia, protocolada na noite da terça-feira, ainda não se encontra disponível para consulta no STF.
A notícia do crime foi feita pela própria Élida, em boletim de ocorrência registrado contra o ministro do TSE, em 23 de junho, em Brasília, com realização de exame de corpo de delito – horas depois, ela decidiu fazer uma retratação.
Mesmo com a renúncia de Élida à acusação, o caso seguiu no STF, já que ministros do TSE tem prerrogativa de foro. “A retratação realizada pela vítima, por ser írrita (nula, sem efeito), não possui qualquer eficácia em relação ao noticiado delito de lesões corporais, cabendo ao Ministério Público adotar as providências que entender cabíveis”, explicou Celso de Mello.
De acordo com o laudo de exame de corpo de delito, houve “ofensa à integridade corporal ou à saúde”, e o meio que produziu essa ofensa foi “contundente”. Atendida no IML, a mulher do ministro apresentava, segundo o laudo, “edema e equimose violácea em região orbital direita”. Ela alegou ter sido agredida com empurrões.
Em outubro, Admar Gonzaga enviou manifestação ao STF se defendendo da acusação. De acordo com Gonzaga, a mulher havia recebido a notícia de uma doença, havia bebido vinho sem se alimentar, e uma crise de ciúmes acabou desencadeando a briga entre os dois. Admar confirmou que empurrou a mulher, mas disse que o fez em sua defesa e “que o movimento não foi empregado como meio deliberado de agressão”. Segundo ele, seus movimentos foram em defesa própria. O ministro anexou na manifestação fotos de seu rosto após suposta agressão de Élida.
“Não são fatos, mas a versão expressada por uma pessoa acometida de grave crise de ciúmes, e que havia degustado algumas taças de vinho a mais, sem o acompanhamento de adequada alimentação. Assim como agravante para a desestabilidade emocional, sucedeu-se a descoberta de doença autoimune, denominada esclerodermia, conforme já revelado em petição da própria requerente, muito atormentada pela exposição que estamos sofrendo”, alegou Admar.
O ministro também deu explicações para o hematoma do olho de sua esposa e disse que ela escorregou em um enxaguante bucal e bateu o rosto na banheira. “Tal lesão, pelo que me recordo, foi causada pelo tombo que se sucedeu ao escorregão que sofreu sobre o Listerine, e que a levou a bater com o rosto na banheira, mas jamais em face do alegado empurrão em seu rosto.”
Em relação às supostas agressões verbais, o ministro disse que jamais dirigiria ofensas a qualquer mulher “muito menos àquela que sempre me dirigi como o amor da minha vida”.

Outro lado

Dizendo ter sido informado da denúncia pela reportagem, Admar Gonzaga disse que precisava analisar a acusação formal da procuradora-geral antes de fazer comentários. No entanto, afirmou que o casal, hoje separado, está tentando a reaproximação.
“O que eu teria a te dizer é que, depois do ocorrido, nós já viajamos para o exterior duas vezes juntos, e tivemos naturalmente um ambiente muito agradável, com o desejo de ambos (de reaproximação). Até a segunda viagem, ela até que me convidou para que eu fosse nessa viagem com ela”, disse.
“O fato de a procuradora entender que há materialidade para oferecimento da denúncia eu não tenho o teor dela ainda. A única coisa que sei é que o nosso interesse desde então era a reconciliação”, disse Gnzaga. “O que tem atrapalhado são as notícias sensacionalistas, ah, ministro acusa mulher de desequilíbrio e bebedeira, esse tipo de notícia acaba causando insegurança, pode parecer qualquer outra coisa que não é.”
A retirada do sigilo foi uma decisão do ministro Celso de Mello, do STF, com posição favorável do então procurador-geral Rodrigo Janot. Élida chegou a pedir que o processo voltasse a ficar sob sigilo, mas o relator negou. Informações do MSN/Estadão.
Compartilhar:

Jornalista William Waack tem 2º cancelamento de palestra após vazamento de vídeo

William Waack tem 2º cancelamento de palestra após vazamento de vídeo: Postura do jornalista vai contra a política de diversidade de inclusão da empresa, diz assessoria
foto:reprodução
A empresa Dow AgroSciences, especializada em produtos agrícolas, cancelou a contratação do jornalista William Waack em palestra que seria realizada no próximo dia 29.
Segundo a empresa, ele faria participação como mediador no evento, que era interno. A decisão pelo cancelamento foi tomada após vazamento de vídeo em que Waack, irritado com o barulho de uma buzina, diz que aquilo é "coisa de preto". O cancelamento foi feito porque o fato vai contra a política de diversidade de inclusão da empresa, esclareceu a assessoria da Dow AgroSciences.
O vídeo, que veio a público na última semana, mostra bastidores de uma transmissão em Washington. O registro tem cerca de um ano. A Globo afastou Waack do cargo e pediu esclarecimentos, e o cancelamento da Dow AgroScience foi feito somente depois de comunicado da emissora.
É o segundo cancelamento de participação de Waack em um evento do gênero após o episódio. O primeiro deles seria realizado na Sicoob Credirocha, no Espírito Santo. Segundo a Contrate Palestras, uma das agências que representam Waack, o cancelamento, neste caso, foi realizado a pedido do jornalista e não da empresa.
A Contrate Palestra diz que continuará representando Waack. Ele também está no catálogo da MotiveAção Palestras, em cuja página está registrado que o jornalista cobra entre R$ 30 mil e R$ 40 mil por evento. A MotiveAção também decidiu mantê-lo entre seus clientes. Com informações da Folhapress. 
Compartilhar:

Rio: Filha consegue interdição do cantor João Gilberto na Justiça

Filha de João Gilberto consegue na Justiça interdição do pai com saúde debilitada
Foto: Reprodução/ Instagram
A cantora Bebel Gilberto conseguiu na Justiça a interdição do pai, João Gilberto, de 86 anos, para “pôr fim aos negócios temerários que João vinha sendo orientado a firmar, que resultaram na atual condição de quase miserabilidade do artista”. 
De acordo com o blog do Ancelmo, Bebel veio de Nova York para cuidar do pai, que está com a saúde fragilizada. A interdição é uma medida judicial para declarar uma pessoa incapaz para práticas de atos da vida civil, como movimentar dinheiro, por exemplo. Informações do BN.
Compartilhar:

Bahia: Sargento da PM acusado de envolvimento na morte de empresário é assassinado em Feira


[Acusado de matar empresário em Feira, sargento é assassinado na porta de casa]
foto:reprodução


O sargento Ailton Nascimento da Silva, conhecido como Careca, morreu no início da manhã desta quarta-feira (15), no Hospital Geral Clériston Andrade, vítima de tiros. Ele morava na Rua Quirinópolis, no bairro Brasília, e segundo a polícia, estava no interior da sua residência, quando recebeu uma ligação. Ao sair de casa com o irmão para tirar o reboque do veículo, cinco homens armados com fuzis, a bordo de um carro Cruizer branco, se aproximaram e efetuaram os disparos.
A vítima foi socorrida para a unidade hospitalar, onde foi medicada, mas não resistiu aos ferimentos.

O sargento Ailton Nascimento era lotado na 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). A PM divulgou uma nota lamentando a morte dele. Veja na íntegra:

O Comando da Região Leste anuncia o falecimento do sargento PM Ailton Nascimento da Silva de 49 anos, na manhã desta quarta-feira (15). Segundo informações preliminares, por volta das 5h55min,na porta da sua residência, quando foi surpreendido com vários tiros de arma de fogo, o autor estava em um veículo de cor branca, dados ignorados, fugiu do local. A Polícia Militar ainda não tem autoria e a motivação do crime.
O comando da Região se solidariza neste momento de dor e luto, com a família e amigos do policial. Sargento Ailton Nascimento, estava lotado na 67 Companhia Independente, deixa esposa e dois filhos.

Prisão 

O sargento Ailton Nascimento foi preso em agosto de 2014, acusado de envolvimento no assassinato do empresário Gil Marques Porto Neto, ocorrido no dia 21 de maio do mesmo ano. A vítima foi morta a tiros no largo São Francisco, no bairro Kalilândia, dentro de um veículo BMW.

No dia 13 de outubro de 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu a liberdade provisória ao sargento. Ele ficou preso no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas. Também foi liberado da prisão Eliomar Alexandre Rocha Nunes, conhecido como Bunda Branca, acusado de ser o executor do crime, que estava preso no Conjunto Penal de Feira de Santana.

Segundo o advogado Péricles Novais, o ministro acatou o pedido de liberdade dos réus, pois em dois anos o caso nunca tinha sido julgado. O processo, porém, não foi anulado. Já o ex-agente penitenciário Gregório dos Santos Teles, apontado como mandante do crime, permaneceu preso na época por conta de outros processos, e só foi liberado da prisão no dia 13 de fevereiro deste ano.

No dia 19 de abril deste ano, Eliomar Alexandre Rosa Nunes, foi assassinado com cerca de 30 tiros. Segundo informações, ‘Bunda Branca’ foi alvejado dentro do próprio carro, um Palio vermelho, placa OKJ-2112, em frente à casa da mãe, na Rua Irã, no bairro Caseb, em Feira de Santana.

No local, peritos criminais encontraram balas calibre 380, 12 e 45. Os tiros foram deflagrados por cerca de três homens que estavam em um carro branco e atingiram também a mãe da vítima, Rita de Cássia Santos Rosa, de 57 anos, e o irmão José Ronaldo Rosa, 21 anos.

fonte: Acorda cidade/Com informações dos repórteres Aldo Matos, Paulo José e Ed Santos.
Compartilhar:
Proxima  → Inicio

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.