quinta-feira, 30 de julho de 2015

Processo Seletivo: Prefeitura de Milagres oferta vagas para nível médio e superior


 Resultado de imagem para cidade de milagres bahia
Foto:Bahianapolitica/reprodução 
Prefeitura de Milagres abriu inscrições para seu Processo Seletivo com 13 vagas para profissionais que devem atuar nos Serviços, Programas, Projetos Sócio assistenciais da Proteção Social Básica e Especial da Secretaria Municipal de Assistência Social.
As oportunidades são para Assistente Social (2), Educador Físico (1), Psicólogo (2), Orientador Social (3), Oficineiros (1), Apoio Administrativo (2) e Serviços Gerais (2). Os interessados devem apresentar entre os requisitos ensino Fundamental, Médio e Superior nas áreas pretendidas.
Os salários variam de R$ 788,00 a R$ 3.000,00, com jornadas de trabalho que vão de 20h a 40 horas semanais. Os interessados devem se inscrever até o dia 12 de agosto de 2015, no Centro de Referência de Assistência Social, localizado na Avenida Conrado Menezes, s/nº, no Centro de Milagres - BA. 
Serão realizadas provas objetivas e de títulos, previstas para o dia 23 de agosto de 2015, para classificar os candidatos. O Processo Seletivo terá validade de dois anos, contados da data da publicação de sua homologação podendo ser prorrogado por igual período.
Fonte:Site ibahia

Governador entrega equipamentos aos consórcios intermunicipais

Governo oficializa consórcios intermunicipais que receberão equipamentos do Derba
Foto: Divulgação / Serin
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O Governador Rui Costa entregou hoje(30)  os maquinários do antigo DERBA, extinto no bojo da reforma administrativa  realizada no início da gestão de Rui  De acordo com publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (30), os dez consórcios já organizados que receberão o maquinário são:
 
Consórcio Intermunicipal do Semiárido Nordeste II; 
Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território da Bacia do Jacuípe; 
Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Portal do Sertão; 
Consórcio Intermunicipal do Mosaico de APAS do Baixo Sul; 
Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá; 
Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território do Sisal; 
Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas; 
Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Sertão do São Francisco; 
Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território de Irecê; 
Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Alto Sertão.
 
 “A ideia do governo não é incentivar que a máquina seja usada individualmente pela prefeitura. O governo quer incentivar que os municípios trabalhem através dos consórcios. A proposta do governo é cada dia trabalhar mais com consórcios intermunicipais”, declarou ao Bahia Notícias no evento de entrega.
 
Fonte:BN c/adptações

Brasília: Dilma pede cooperação dos governadores para sair da crise



Foto: Ichiro Guerra/reprodução













Em reunião com governadores no Palácio do Alvorada nesta quinta-feira, 30, a presidente Dilma Rousseff não negou as dificuldades da crise econômica que atinge o País, mas fez questão de destacar que o governo tem todas as condições de enfrentar os desafios em um prazo mais curto do que alguns pensam.

"A economia brasileira é bem mais forte, sólida e bem mais resiliente do que era alguns anos atrás quando enfrentou crises similares", disse a presidente. Ela destacou que a reunião desta quinta tem papel importante na condução dos destinos do Brasil 

Diante da crise de popularidade, a presidente mandou um recado para os presentes. Disse que todos têm um patrimônio em comum: o fato de terem sido eleitos pelo voto democrático e popular. E destacou que todos assumiram um compromisso perante os eleitores para governar até 2018.

Segundo ela, todos os presentes ao encontro foram eleitos numa conjuntura bem mais favorável que a atual. Dilma, entretanto, argumentou que a partir de agosto de 2014 houve um fato muito importante no cenário internacional, que foi o colapso do preço das commodities. Ela disse ainda que a crise internacional não está esmorecendo e que a China agora passa por dificuldades.

"Tudo isso que estou falando não é desculpa para ninguém, é o fato de que nós, por sermos governantes, não podemos nos dar o luxo de não ver a realidade com olhos claros, de ignorar a realidade", afirmou.
A presidente citou ainda que o Nordeste atravessa uma seca prolongada e que houve uma estiagem inesperada no Sudeste, que acabou por gerar impacto no preço da energia consumida pelas empresas e pelas famílias. Ela disse que a consequência foi uma forte queda da arrecadação de impostos e de contribuições sociais, assim como diminuição das receitas.

Dilma disse que alguns Estados estão passando por dificuldades semelhantes às do governo federal e conclamou a todos a enfrentar esses problemas "juntos". Para ela, a base é se chegar a um novo ciclo de crescimento econômico mais sólido e robusto do que o anterior. E frisou que o primeiro passo para isso é controlar a inflação e voltar a promover o reequilíbrio fiscal.

Fonte:AE/diário do poder

Professores da UNEB encerram greve, desde que Governo cumpra compromissos firmados


Foto de Aduneb - Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia.
                                                         Foto:Aduneb/reprodução
 Professores da UNEB- Universidade do Estado da Bahia decidiram hoje(30) assembleia pelo fim da Greve da categoria que se iniciou em 13/05/15, desde que o governo do Estado cumpra os compromissos firmados com a  categoria. Leia no link  abaixo matéria publicada no site da Associação agora pela tarde.

  http://aduneb.com.br/noticias.php?news_not_pk=5088

Previdência: Presidente veta extensão de reajuste do salário mínimo para aposentadorias

Dilma veta extensão de reajuste do salário mínimo para aposentadorias
Foto: Rodrigo Clemente/Estadão Conteúdo/reprodução
 
A presidenta Dilma Rouseeff vetou a extensão da política de reajuste do salário mínimo a todos os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A correção do mínimo é calculada pela variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores mais a inflação medida  pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Com o veto, os benefícios do INSS acima de um salário mínimo continuarão sendo reajustados pela da variação do INPC.
A proposta foi aprovada pelo Senado em junho mas, segundo a Agência Brasil, Dilma sancionou o texto parcialmente, com veto apenas à extensão do cálculo a todos os benefícios do INSS. O veto foi publicado nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial da União.  O texto voltará ao Congresso Nacional, que pode derrubar a decisão da presidenta. Na justificativa do veto, Dilma argumentou que a vinculação de todos os benefícios do INSS ao salário-mínimo é inconstitucional. Além disso, segundo Dilma, o veto não fere a garantia constitucional de que os benefícios não sejam inferiores a um salário-mínimo. De acordo com o Ministério da Previdência, a extensão das regras do mínimo para todos os aposentados e pensionistas teria impacto de R$ 9 bilhões nas contas da Previdência em 2015. Informações do BN

Pesquise

Carregando...