quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Vereador é assassinado à porta da Câmera Municipal no sertão de Alagoas


foto:reprodução/(FOTOS DO WHATSAPP)


Integrante de uma das famílias mais temidas do Sertão de Alagoas, o vereador Adelmo Rodrigues de Melo, o “Neguinho Boiadeiro” (PSD), foi assassinado a tiros à porta da Câmara Municipal de Batalha-AL, na manhã desta quinta-feira (9). Dois homens dispararam várias vezes contra o carro do vereador de 61 anos de idade, e deixaram dois feridos, além da vítima fatal.
O crime mobilizou a Segurança Pública de Alagoas (SSP) e áudios e vídeos sobre o tiroteio e o clima de guerra na cidade estão sendo espalhados via aplicativo do WhatsApp levam pânico aos sertanejos alagoanos, que temem o reinício da sangrenta batalha política iniciada na década de 1990.
Há relatos de que a dupla que trucidou Neguinho Boiadeiro aguardou a sessão legislativa acabar,  em uma praça que fica em frente a Câmara, até que a vítima entrasse em seu carro, por volta das 13 horas.
Um dos feridos seria motorista do político. Mas ainda não há informação oficial sobre a identificação dos sobreviventes.
Pelo menos um adversários político da vítima teria sido resgatado de casa pela polícia. E o destino dos feridos e das pessoas que pediram segurança não será divulgado pela SSP
BATALHA SANGRENTA
Um embate político envolvendo a Família Boiadeiro na região foi marcado pelo crime ocorrido em 1999, quando o ex-prefeito de Batalha, José Rodrigues Dantas, conhecido como “Zé Miguel”, e sua esposa Matilde Tereza Toscano de Souza foram assassinados. Em 2012, o agropecuarista José Laelson Rodrigues de Melo, 'Laércio Boiadeiro', foi condenado a 35 anos pelo assassinato. E outras vítimas, como um policial e familiares de políticos.
A SSP de Alagoas emitiu nota em que afirma ter tomado todas as medidas, assim que foi comunicada sobre o crime. E garantiu reforço integrado com  equipes das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e do Grupamento Aéreo da SSP. 
Quem investiga o caso é o delegado regional de Batalha, Rômulo Monteiro, com ajuda do diretor da área do Sertão, delegado Cícero Lima, e do delegado de Pão de Açúcar, Sandro Marcelo.
“Além de agir com o contingente policial, a cúpula da Segurança  Pública está monitorando a situação para evitar que outros fatos como este voltem a ocorrer e criem um clima de insegurança na cidade”, diz a nota da SSP.

fone:Diário do Poder
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquise

Mais vistas

Marcadores

Seguidores

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.